Author Details

#
Navigation

Classificação do Campeonato Brasileiro Feminino 2014 - Até a 3ª rodada

CBF
 Confira a classificação do Campeonato Brasileiro Feminino 2014 após a realização da 3ª rodada, veja quem lidera os quatro grupos onde as vinte equipes brigam pela vaga na próxima fase:


GRUPO 1
Classificação    P    J    V    E    D    GP    GC    SG    VM    VV    DM    DV    CA    CV    %
1º    BOTAFOGO - RJ    6    3    2    0    1    11    1    10    1    1    1    0    4    0    66
2º    CHAPECOENSE - SC    3    1    1    0    0    4    1    3    0    1    0    0    1    0    100
3º    ADECO - SP    3    2    1    0    1    5    3    2    1    0    0    1    3    1    50
4º    PORTUGUESA - SP    3    2    1    0    1    2    4    -2    0    1    1    0    1    0    50
5º    AVAÍ - SC    0    2    0    0    2    0    13    -13    0    0    1    1    1    0    0

GRUPO 2
Classificação    P    J    V    E    D    GP    GC    SG    VM    VV    DM    DV    CA    CV    %
1º    KINDERMANN - SC    6    2    2    0    0    5    0    5    1    1    0    0    2    0    100
2º    SÃO JOSÉ - SP    4    3    1    1    1    4    3    1    1    0    0    1    6    2    44
3º    FERROVIARIA - SP    4    2    1    1    0    2    1    1    0    1    0    0    3    0    66
4º    FOZ CATARATAS - PR    3    3    1    0    2    2    4    -2    1    0    1    1    5    0    33
5º    VASCO DA GAMA - RJ    0    2    0    0    2    0    5    -5    0    0    1    1    3    0    0

GRUPO 3
Classificação    P    J    V    E    D    GP    GC    SG    VM    VV    DM    DV    CA    CV    %
1º    DUQUE DE CAXIAS - RJ    7    3    2    1    0    9    5    4    1    1    0    0    7    0    77
2º    BAHIA - BA    3    2    1    0    1    2    2    0    1    0    0    1    3    0    50
3º    VITÓRIA - PE    2    2    0    2    0    4    4    0    0    0    0    0    6    0    33
4º    SÃO FRANCISCO - BA    1    2    0    1    1    4    7    -3    0    0    1    0    5    1    16
5º    SPORT - PE    0    1    0    0    1    0    1    -1    0    0    0    1    1    0    0

GRUPO 4
Classificação    P    J    V    E    D    GP    GC    SG    VM    VV    DM    DV    CA    CV    %
1º    PINHEIRENSE - PA    6    2    2    0    0    7    1    6    1    1    0    0    1    0    100
2º    IRANDUBA - AM    4    3    1    1    1    4    8    -4    1    0    1    0    5    0    44
3º    NÁUTICO - PE    3    3    0    3    0    5    5    0    0    0    0    0    9    0    33
4º    VIANA - MA    1    2    0    1    1    4    5    -1    0    0    0    1    2    0    16
5º    CAUCAIA - CE    1    2    0    1    1    1    2    -1    0    0    0    1    5    0    16

P pontos - J jogos - V vitórias - E empates - D derrotas - GP gols pró - GC gols contra - SG saldo de gols - VM vitória mandante - VV vitória visitante - DM derrota mandante - DV derrota visitante - CA cartões amarelos - CV cartões vermelhos - % aproveitamento


  Art. 7º – Resumo do sistema: o Campeonato será disputado em quatro fases; na primeira os clubes formarão quatro grupos de cinco clubes cada, de onde classificar-se-ão dois, por grupo; na segunda fase os clubes formarão dois grupos de quatro clubes cada, de onde classificar-se-ão dois, por grupo; na terceira fase (semifinal) os clubes enfrentar-se-ão no sistema eliminatório (“mata-mata”) classificando-se o vencedor de cada grupo para a quarta fase (final), onde os dois clubes enfrentar-se-ão também no sistema eliminatório (“mata-mata”), onde será conhecido o campeão. 
 
  
 § 1º – Em todas as fases os clubes as começarão com zero ponto (ganhos e perdidos).  
 
 § 2º – O mando de campo de todas as partidas pertencerá ao clube colocado à esquerda da tabela elaborada pela DCO. 
 
  
 Art. 8º – A composição dos grupos para todas as fases do Campeonato está identificada no Anexo B do presente REC. 
 
   
 Art. 9º – Em caso de empate em pontos ganhos entre dois ou mais clubes ao final da primeira fase, em cada grupo, o desempate para efeito de classificação será definido observando-se os critérios abaixo, aplicados à fase: 
 
  1º)  maior número de vitórias; 
  2º)  maior saldo de gols; 
  3º)  maior número de gols pró; 
  4°)  menor número de cartões vermelhos recebidos; 
  5°)  menor número de cartões amarelos recebidos; 
  6º)  sorteio. 
  
           Art. 10 – Em caso de empate em pontos ganhos entre dois ou mais clubes ao final  da segunda fase, em cada grupo, o desempate para efeito de classificação será definido observando-se os critérios abaixo: 
 
  1º)   maior número de vitórias (na fase); 
  2º)   maior saldo de gols (na fase); 
  3º)   maior número de gols pró (na fase); 
                    4º)   confronto direto (na fase) 
                    5º)   maior número de vitórias (soma das fases); 
  6º)   maior saldo de gols (soma das fases); 
  7º)   maior número de gols pró (soma das fases); 
  8°)   menor número de cartões vermelhos recebidos (soma das fases); 
  9°)   menor número de cartões amarelos recebidos (soma das fases); 
          10º)  sorteio. 
  
§ 1º – Para efeito do quarto critério considera-se o resultado dos jogos de ida-e-volta somados, ou seja, o resultado do “jogo de 180 minutos”. 
  
 § 2º – Permanecendo o empate no “jogo de 180 minutos” conforme acima mencionado, o desempate dar-se-á pelo maior número de gols assinalados no campo do adversário. 
  
 § 3º – Caso dois clubes de uma mesma cidade joguem as duas partidas no mesmo estádio o qual será considerado neutro, não será aplicado o quarto critério, para efeito de desempate. 
  
 § 4º – No caso de empate entre mais de dois clubes não será considerado o quarto critério. 
           
 Art. 11 – Em caso de empate em pontos ganhos ao final das terceira e quarta fases, o desempate para indicar o classificado será efetuado observando-se os critérios abaixo aplicados a cada fase: 
    
1º) maior saldo de gols; 
  2º) maior número de gols pró assinalados no campo do adversário; 
  3º) cobrança de pênaltis, de acordo com os critérios adotados pela   International Board. 
  
§ 1º – A disputa de pênaltis, quando aplicável, deverá ser iniciada 10 minutos após o término da partida de volta.    
 
 § 2º – Caso dois clubes de uma mesma cidade joguem as duas partidas no mesmo estádio, o qual será considerado neutro, não será aplicado o item 2º do presente artigo, para efeito de desempate.  
 
 Art. 12 – Para as terceira e quarta fases os mandos de campo dos jogos de volta pertencerão aos clubes que obtiverem sucessivamente: 
   
  1º) maior número de pontos ganhos em toda a competição (soma das fases);  
  2º) maior saldo de gols em toda a competição (soma das fases). 
 
 Parágrafo Único – Caso dois clubes tenham empatado nos dois critérios, os mandos de campo serão determinados através de sorteio público, a ser realizado pela DCO, para cada fase, não sendo permitido acordo entre clubes para a não realização do 
sorteio. 
Share
Banner

Deixe seu comentário