• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    São José-SP e Vasco fazem jogo decisivo pelo Brasileiro feminino


    São José-SP e Vasco fazem duelo decisivo nesta quarta-feira, 1, no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, pela penúltima rodada da fase de grupos do Campeonato Brasileiro de futebol feminino. O jogo começa às 15h00, com entrada gratuita para a torcida no interior de SP. 

    As donas da casa, atuais campeãs da Libertadores da América, estão na segunda posição do Grupo 2, mas com um jogo a mais. São quatro pontos em três jogos. O time precisa vencer para encaminhar a classificação, já que não terá mais nenhuma partida para fazer após a rodada. Apenas os dois primeiros colocados avançam após as quatro rodadas da primeira fase.

    Em contrapartida, a equipe carioca é a lanterna da chave com duas derrotas. Para chegar à segunda fase, as vascaínas necessitam vencer os próximos dois jogos e torcer por uma combinação de resultados. O líder da chave é o Kindermann-SC, com seis pontos, a Ferroviária-SP é a terceira colocada, com quatro, seguida pelo Foz Cataratas-PR, com três pontos.   

    Depois de jogar no domingo, 28, contra a Portuguesa-RJ pelo Campeonato Carioca, o treinador Luiz Paulo não deve ter problemas para escalar o time que entrará em campo contra o São José. A equipe do Rio de Janeiro deve iniciar o duelo com: Dida; Rafaella Bastos, Bruna Amarante, Elaine Gregório e Aryane; Thaynara de Araújo, Rayanne, Bruna Bielski e Brena Carolina; Gabrielly Soares e Patrícia Sochor.   


    Do lado do São José, a ordem é agir com cautela e respeito. O técnico Adilson Santos espera um confronto marcado pela tensão e rechaçou um possível relaxamento das Meninas da Águia devido à situação do time cruzmaltino no Brasileiro. Ele também elogiou o elenco adversário.   

    - O Vasco é uma equipe jovem, tem um treinador que veio do masculino, sabe montar times e que tem experiência. É um grupo muito novo, com meninas com passagem pela seleção sub-20. É o caso da volante Rayanne, que esteve comigo na seleção, a Patrícia Sochor, meia atacante, a goleira Dida, também que já passou aqui pelo São José, entre outras. São meninas que jogam na qualidade técnica, outras nas características individuais, mas merecem todo o respeito. Vamos jogar pra cima, dentro de casa e buscar os gols porque queremos nos classificar bem – analisou Adilson.   

    Para o jogo, o treinador da Águia do Vale terá o desfalque de seis atletas que estavam com a seleção brasileira e participaram da conquista da Copa América no último fim de semana: a zagueira Bruna Benites, a lateral-direita Poliana, a volante Formiga, a meia-atacante Andressa Alves e as atacantes Giovânia e Chu. Mesmo com as ausências, Adilson Santos se mostrou contente pelo título brasileiro e exaltou a força da seleção no cenário internacional.   

    - Vejo que o titulo é natural para a seleção. O Brasil, como sempre, entrou como o favorito. Apesar da evolução de alguns países, nós do futebol feminino sabíamos que um resultado como esse era provável, a seleção sempre chega às finais e conquista a vaga para o Mundial. É ótimo para o futebol nacional – concluiu o técnico do São José.                
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário