• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    Gabi, que jogou na Coreia do Sul, conhece bem o estilo asiático

              Créditos: Mowa Press

    Gabi é uma das 23 jogadoras do grupo de Vadão, que disputa o Torneio Internacional de Brasília 2014. A jogadora conhece as armas que podem ajudar a Seleção Brasileira Feminina a derrotar a China nesta quarta-feira e conquistar a vantagem do empate para a final da competição.

    - As chinesas, como as coreanas, têm dificuldades na jogada aérea. Acho que temos que explorar isso e sairemos com a vitória.

    A comparação com as coreanas não é por acaso. Gabi jogou oito meses na Coreia do Sul, no Goyang Daeko, e conhece bem o estilo asiático de jogar futebol.

    - As asiáticas são muito disciplinadas taticamente, tocam muito bem a bola e têm muita qualidade técnica. Mas nós temos mais recursos e habilidades que podem fazer a diferença.

    A jogadora ainda não entrou em campo nesta competição. A partida contra a China é uma boa oportunidade para isso, já que Vadão pode substituir alguma jogadora que não tenha se recuperado totalmente.

    - Eu e as meninas que não estamos jogando estamos treinando muito e preparadas para entrar se for preciso. Treinamos forte para manter o nível e a intensidade das meninas que têm jogado.

    Brasil x China é nesta quarta-feira, às 21h50, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

    Assessoria CBF
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário