#
Navigation

São Paulo quer viabilizar futebol feminino

O São Paulo quer ter times em várias modalidades de futebol em 2015. As diretorias comercial e de marketing primeiro mudaram o modelo de gestão do futsal e o levaram para São Bernardo. Agora foram captados patrocínios para viabilizar equipes de futebol feminino e society. A filosofia é: ter equipes profissionais em várias categorias ligadas ao futebol, de modo que a marca do clube seja exposta para novos públicos e em novos ambientes, reforçar a noção de que o São Paulo é um clube poliesportivo e ter patrocinadores e apoiadores que banquem todo o gasto com infraestrutura e folha salarial, para que o custo para o São Paulo seja zero.

No futebol feminino, o custo com comissão técnica e jogadoras ficará em torno de R$ 1,5 milhão por ano, e o São Paulo diz já ter conseguido esta verba com o patrocínio da Capes (Centro de Apoio Profissionalizante, Educacional e Social). A empresa usará a equipe são-paulina para fazer campanhas de combate ao câncer de mama, por exemplo, entre outras iniciativas sociais. O custo com infraestrutura e estádio será abatido por meio de uma parceria com a prefeitura de Barueri, que irá ceder um centro de treinamento e a Arena Barueri para jogos oficiais. Há também expectativa de, em grandes partidas, como semifinais e finais, levar o time feminino para jogar no Morumbi.

O time feminino é mais caro do que o de futsal, cuja folha salarial gera aproximadamente R$ 1 milhão em gastos por ano, porque o campo demanda mais jogadoras do que a quadra de futebol de salão.

Via Globo.com
Share
Banner

Deixe seu comentário