Navigation

O papel da mídia no futebol feminino


Depois das palestras e discussões sobre projetos, competições e Seleção Brasileira, foi a vez de Bernardo Ramalho, diretor do Esporte Interativo, falar sobre o papel da mídia no futebol feminino, no Seminário.
Bernardo disse que o produto "futebol feminino" tem que levar torcedores ao estádio e ainda ter audiência na televisão.
- O futebol feminino tem potencial e, certamente haverá interesse em transmissões. Precisamos pensar a longo prazo e para saber como atrair patrocinadores para esta modalidade.
O diretor do Esporte Interativo citou o exemplo da Copa do Nordeste como produto de sucesso da emissora. O Esporte Interativo tem os direitos da competição organizada pela CBF.
Bernardo ressaltou a importância das categorias de base, mas explicou aos participantes do Seminário que as competições nacionais e o calendário da Seleção Brasileira devem ser as responsáveis por atrair o patrocínio e a parte financeira.
Assessoria CBF
Compar.
Banner

Comente: