• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    Comitê Olímpico Internacional e ONU Mulheres firmam parceria sobre meninas e esporte


    Diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe, Luiza Carvalho, e diretora executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, entre dirigentes do COI
    Foto: ONU Mulheres/Sarah Stacke’

    Programa leva ainda para os Jogos Escolares da Juventude mensagens de não-discriminação, não-violência e de empoderamento das meninas

    O COI (Comitê Olímpico Internacional) e a ONU Mulheres formalizam parceria no projeto Uma Vitória leva à Outra, que utilizará o esporte como ferramenta para promover a liderança, conhecimentos de economia e autoestima de meninas e jovens mulheres.
    O programa consiste em um currículo que 10 meses que será levado para 50 escolas públicas da cidade do Rio de Janeiro, podendo ser realizado em outros Estados. Ao todo, serão treinadas 2.500 meninas com idades entre 9 e 12 anos.
    Em parceria com o Comitê Olímpico Brasileiro, o programa leva ainda para os Jogos Escolares da Juventude mensagens de não-discriminação, não-violência e de empoderamento das meninas, bem como exemplos masculinos positivos para os meninos.
    “Faltando menos de um ano para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, este programa irá se somar aos muitos legados olímpicos já previstos para a cidade, a região e o país”, disse o presidente do COI, Thomas Bach.
    “A Agenda Olímpica de 2020, nosso roteiro estratégico para o futuro do Movimento Olímpico, tem como alvo a igualdade de gênero como um objetivo-chave e este projeto vai mostrar de forma muito concreta como trabalhar com mulheres jovens através dos esportes “, acrescentou.
    Na ocasião, a Diretora Executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, disse que ” através do esporte, meninas e mulheres constroem força, unidade e determinação. São recursos poderosos para toda a vida. O esporte as ajuda a construir o seu empoderamento social, econômico e político, para além das quadras e campos esportivos. Nós valorizamos a nossa forte parceria com o COI e estamos ansiosos para fazer junto com eles a diferença na vida de mulheres e meninas”.
    A promoção das mulheres nos esportes tem fundamental relevância para o COI. Com a adoção da Agenda Olímpica 2020, o COI reafirmou o seu compromisso de promover a igualdade de gênero, fortalecendo o apoio às atletas e assumindo parcerias estratégicas no contexto de sua cooperação de longa data com a ONU e suas agências.
    O acordo entre o COI e a ONU Mulheres foi assinado paralelamente à Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que adotou a Agenda Pós-2015 do Desenvolvimento Sustentável na semana passada em Nova York. O esporte está incluído no documento final como um “importante facilitador” do desenvolvimento sustentável.
    O presidente Bach foi nomeado um ElesPorElas (HeForShe) pela ONU Mulheres no início deste ano e, juntamente com milhares de homens e meninos em todo o mundo, se uniu a esta campanha de solidariedade que luta pela igualdade de gênero e pelos direitos das mulheres.
    Em 2012, o COI assinou um Memorando de Entendimento com a ONU Mulheres para promover a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres por meio do esporte. A parceria com a ONU Mulheres é um exemplo concreto de como o esporte pode ajudar a quebrar barreiras e desafiar as normas de gênero, não só em campo, mas também no local de trabalho, em casa, nas escolas e em todos os aspectos da sociedade.
    Via www.onumulheres.org.br
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário