• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    O nome dela é Tainá Miranda

    O nome dela é Tainá Miranda, mas podem chamá-la de TM7. Inspirada no atacante português Cristiano Ronaldo, a ala esquerda de 21 anos é esperança de gols do Estrela do Norte Esporte Clube na temporada 2016 do futsal feminino do Amazonas.

    "Espero que 2016 seja um ano de muitas conquistas. Temos as competições estaduais (Copa Rede Amazônica, Amazonense, Taça Nelson Mathias) e também a Taça Brasil e o Campeonato Brasileiro, que são torneios de grande visibilidade para o clube e principalmente para as atletas", afirma TM7, que é referência na linha de frente do Estrela do Norte.

    Uma loirinha entre os meninos...
    Nascida em Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus), Tainá Miranda começou jogando bola com meninos, aos 7 anos. A migração para o futsal aconteceu aos 9, quando a prima Joyce a levou para atuar no Radar – clube tradicional nos esportes de quadra na Terra das Cirandas.

    O talento da menina de olhos verdes rompeu as fronteiras do município. Aos 15 anos, ela veio jogar no Ninho de Águias. Colecionou conquistas, como o tricampeonato amazonense Sub-17, o tetra Sub-20, o tetra Adulto e o terceiro lugar no Brasileiro em 2011.

    Na temporada 2015, foi contratada pelo Estrela do Norte. Figura fundamental no grupo, Tainá fez um dos gols na vitória por 3 a 2 sobre a Salcomp, que valeu o bicampeonato estadual para o clube da Zona Leste de Manaus.

    "O time do Estrela do Norte está reformulado, mas vamos trabalhar forte para entrosar o grupo e alcançarmos os objetivos na temporada", assegura a jogadora.
    Ídolo português é a inspiração

    Tainá ganhou o carinhoso apelido de TM7 devido ao fanatismo pelo craque Cristiano Ronaldo (Real Madrid), eleito três vezes melhor jogador do Mundo pela Fifa.

    "Sou fã do Cristiano Ronaldo desde os tempos em que ele jogava pelo Manchester United. Ele é um jogador completo em todos os aspectos e exemplo como atleta, pois sempre busca o aprimoramento nos treinamentos", exalta a amazonense, que concilia o futsal com o curso de Engenharia Civil na UniNilton Lins.

    Share
    Banner

    Deixe seu comentário