• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    Luizão prega concentração para enfrentar Venezuela

    Créditos: Rafael Ribeiro / CBF
    Já classificadas para a Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-17, as meninas da Seleção Brasileira lutam, agora, pelo terceiro título do Sul-Americano da categoria. Na última rodada da etapa final da competição, Brasil e Venezuela, atual campeã do torneio, entram em campo, neste domingo (20), na busca pela vitória e o troféu. Satisfeito com o bom resultado da equipe brasileira, o técnico Luizão enaltece a atuação das jogadoras: 

    – Durante o Sul-Americano, a equipe foi evoluindo através das partidas. Nós tivemos um início difícil diante do Uruguai, um pouco por conta da estreia e porque algumas atletas estavam um pouco ansiosas com o momento e isso acabou atrapalhando, mas nos estabilizamos na competição e conseguimos fazer uma boa campanha.

    Apesar da classificação já garantida para o Mundial Sub-17, que acontecerá na Jordânia entre os dias 30 de setembro e 21 de outubro deste ano, o treinador destaca a importância da concentração para a final contra a Venezuela, no domingo:

    – A expectativa para o Mundial é a melhor possível. Nós sabemos que temos muitas coisas a melhorar até lá, mas isso vamos conversar após o Sul-Americano. Agora, todos estamos com a cabeça na final contra a Venezuela, que será a grande hora conquistar o título da competição.

    Em 2013, no último Sul-Americano, Luizão foi assistente da ex-técnica da Sub-17, Emily Lima. Para ele, houve uma evolução na postura da equipe.

    – Naquele ano, perdemos para a Colômbia na estreia e tivemos que mudar a estratégia. Buscamos mais agressividade nas partidas para conseguir a vitória e a classificação. Fizemos três excelentes partidas diante da Venezuela, que se consagrou campeã em 2013, e contra o Uruguai e o Equador. Infelizmente, não conseguimos a classificação. O que eu mais salientei para as atletas foi a importância de uma vitória na primeira partida, que nos daria mais tranquilidade. Fato que ocorreu em 2016 e foi fundamental para o nosso desenvolvimento da nossa classificação.

    Sobre a formação de seu elenco, o técnico destaca as características da capitã Isabella Fernandes e acredita que a jogadora tem grande potencial para representar a Seleção Feminina Principal.

    – Ela sempre apresentou um espírito de liderança na equipe. É uma menina muito equilibrada, dentro e fora de campo, e tem uma personalidade forte. Por isso, a escolha da atleta. Claro que o grupo aceitou muito bem.

    Assessoria CBF
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário