Navigation

Meninas da Sub-17 ficam no empate com a Colômbia

Divulgação / Conmebol
A Seleção Brasileira Feminina Sub-17 garantiu sua invencibilidade no Sul-Americano da categoria após empatar com a Colômbia em 0 a 0 nesta quinta-feira (10), no Estádio Metropolitano de Lara, na Venezuela. Como nos jogos anteriores, as meninas da Seleção adotaram uma postura ofensiva, mas o adversário, desta vez, conseguiu segurar o placar e não deixou as brasileiras marcarem.
Com a classificação já garantida desde a última rodada, as jogadoras do Brasil entraram em campo pelo empate para se manter no topo do Grupo B. Dito e feito: terminaram a fase de grupos na liderança com 10 pontos. A seleção colombiana, que disputava a vaga restante com Uruguai e Equador, levou a melhor e também se classificou para a próxima etapa. 
O JOGO
Após um primeiro tempo equilibrado, com oportunidades para os dois lados, o Brasil voltou à segunda etapa com vontade de fazer gol. As meninas insistiram - e muito - nas finalizações, mas a bola não passava pela defesa da goleira Camila Zamorano. Preocupadas com a defesa, as jogadoras da Colômbia conseguiram criar algumas jogadas, mas não souberam aproveitar. 
FICHA DO JOGO
BRASIL 0 X 0 COLÔMBIA
LOCAL: Estádio Metropolitano de Lara, em Barquisimeto, Venezuela
BRASIL: Firmino, Isabella de Almeida, Rayane Oliveira, Ana Vitoria, Isabella Alvares, Nycole Silva, Micaely dos Santos, Andressa Pereira, Thais da Silva, Bianca Caetano e Jaqueline Ribeiro. TÉCNICO: Luiz Antônio Ribeiro.
COLÔMBIA: Camila Zamorano, Manuela Vanegas, Camila Agudelo, Sofia Montoya, Laura Barreto (K. Restrepo), Maireth Perez, Mariana Cardona, Lina Gomez, Melissa Rivas, Sofia Garcia e Laura Chavez (Laura Chirva) . TÉCNICO: Carlos Quintero.
FASE FINAL
Pelo Grupo A, a anfitriã Venezuela e o Paraguai já haviam se classificado para a fase final e esperavam as decisões do Grupo B. Com a rodada finalizada, os confrontos da próxima fase já foram definidos:
14/3 (segunda-feira) - 10h30 - Brasil X Paraguai
14/3 (segunda-feira) - 12h45 - Venezuela X Colômbia
Assessoria CBF
Compar.
Banner

Comente: