• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    Olavo Dantas vai definir permanência no Iranduba

    A novela envolvendo a permanência do treinador Olavo Dantas à frente da equipe do Iranduba tem data para acabar. Após confirmar que não treina o time há mais de 20 dias, o comandante do Verdão quebrou o silêncio e disse que definirá seu futuro junto ao comando técnico das Guerreiras do Hulk na próxima semana.

    Olavo Dantas confirmou que, por conta do seu compromisso como sargento do Exército, teve de se ausentar do comando da equipe e que deve se sentar para uma reunião com o presidente do clube, Amarildo Dutra, na terça-feira (8), para resolver de uma vez por todas sua situação junto ao Iranduba.

    “Na terça-feira nós vamos ter uma reunião e vamos ver o que é melhor pro Iranduba. Vamos acertar tudo e vamos tocar o barco”, disse Dantas, não descartando a possibilidade de deixar o comando da equipe.

    “Eu não sou o sol. Eu não sou dono do Iranduba. Temos de fazer nosso trabalho em prol do Iranduba. Então se eu for importante dentro do campo, se eu der minha colaboração dentro do campo, que eu fique dentro do campo. A partir do momento que eu não possa dar minha colaboração dentro do campo, que eu me afaste. Como me afastei anteriormente – e o Said (José, preparador físico) assumiu com muita propriedade, e o trabalho seja feito por outro companheiro e que a gente continue remando no mesmo barco”, explicou.

    Dantas manteve a postura de não responder às declarações do diretor de futebol do Iranduba, Lauro Tentardini, que em entrevista afirmou que o técnico havia ficado magoado por não ter ido ao Draft da CBF, além de o clube, por estar se profissionalizando, precisava da presença de seu técnico. No entanto, Olavo Dantas deixou escapar, mesmo sem querer, uma leve "cutucada" no dirigente, ao afirmar que o Iranduba é profissional desde sua fundação.

    “Quando o projeto iniciou, em 2011, meu sonho é que o projeto alavancasse, que não ficasse dando voltas. E umas das situações que eu já tinha bastante ciência é de que ele chegasse onde chegou hoje. Não que o projeto tenha começado a ser profissional desde hoje. O projeto é profissional desde 2011. Caso contrário ele não estaria onde está hoje”, pontuou.

    Sonho da Arena

    Questionado se estaria à beira do campo como técnico do Iranduba, na partida do dia 23, contra o Corinthians, Olavo revelou que tem o sonho de estar no comando do time na Arena da Amazônia, mas que isso só será possível após a conversa com a diretoria do Verdão.

    “Ainda não sei. Vamos definir isso justamente na próxima semana. Tenho um sonho de estar aqui (Arena), mas parte desse sonho já está realizado. Mas, isso (treinar a equipe contra o Corinthians) temos de ver. Aguardem cenas do próximo capítulo...”, concluiu o treinador.   


    Foto: Denir Simplício
    Fonte: Jornal A Crítica 
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário