Navigation

LAURA QUER IGUALDADE PARA CONTINUAR A JOGAR FUTEBOL

Laura - Foto: Divulgação
A Laura Pigatin, 12 anos, é capitã do time de futebol da Associação Desportiva, Educacional e Social dos Metalúrgicos de São Carlos (SP).

Como em São Carlos não existe um time feminino de futebol, ela sempre jogou em time misto, com os meninos.

Na fase municipal do campeonato sub-13, os times podem ser mistos. Mas o campeonato regional não permite que uma menina jogue no time, por isso Laura está impedida de participar.

Ano passado, a delegada responsável pela segunda fase do campeonato na Secretaria de Esporte e Turismo disse que a Laura não poderia jogar. “Acatamos a decisão, acreditando que esse ano seria feita uma mudança no regulamento, trocando a palavra campeonato ‘masculino’ para campeonato ‘misto’”, conta o pai de Laura.

Com o objetivo de sensibilizar a opinião pública e pressionar uma mudança de regulamento, os pais da Laura criaram um abaixo assinado online.

Compar.
Banner

Comente: