• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    MENINAS DO BRASIL CONQUISTAM PENTACAMPEONATO EM VITÓRIA POR 1 X 0 SOBRE A RÚSSIA


    Com dificuldades esperadas, a Seleção Brasileira feminina venceu as russas e conquistou o 5º título pelo Campeonato Mundial Universitário de Futsal. A partida que terminou em 1 X 0 com gol da artilheira e camisa 9 do Brasil, a Renatinha, um placar que reflete bem o jogo cheio de técnica, marcação e profissionalismo. Amandinha, a camisa 10 brasileira e considerada a melhor jogadora de futsal do mundo por dois anos consecutivos, foi peça fundamental para a vitória.

    O primeiro tempo começou equilibrado e a marcação dos dois times foi aumentando. Com a pressão pela vitória e as tentativas a gol sem resultado, as jogadoras foram se alterando e o nervosismo aumentou. O placar terminou em 0 X 0 antes do intervalo e o retorno foi ainda mais tenso. Logo de cara, um cartão amarelo para a Rússia por falta cometida na Amandinha.

    Artilheira do campeonato, com 15 gols, Renatinha salvou o placar brasileiro aos 29’51’’. Ela foi aplaudida de pé e a torcida foi à loucura! “A gente já esperava que ia ser um jogo difícil, as russas são muito bem preparadas. No geral a competição foi boa, um nível muito alto e isso é muito bom pra gente. Esse foi o terceiro título meu pela Seleção Universitária, mas o primeiro jogando no Brasil. Pra nós, é uma alegria imensa jogar em casa, com essa torcida maravilhosa. Fazer o gol do título então, foi uma honra. Estou muito feliz!”, afirmou nossa camisa 9.

    Amandinha também ressaltou a alegria de jogar um mundial e afirmou que sabia da dificuldade que seria enfrentada. “Jogar um mundial é sempre muito bom. Sabíamos o que nos esperava nessa final e que o jogo seria decidido nos detalhes. A goleira russa fez muitos milagres e, de tanto tentar, nossa equipe conseguiu fazer o gol que garantiu o título”, finalizou.




    Éder Popiolski, técnico da seleção feminina brasileira não conteve e a alegria e orgulho da equipe. “Estou muito feliz pelo que a equipe conseguiu produzir aqui. A equipe brasileira alcançou um novo nível no futsal mundial. Todas as meninas têm um brilho grande. Um dos valores que adotamos é o trabalho de superação, você pode ver que elas se doam o jogo inteiro. Jogar no Brasil foi uma experiência ímpar, diferente. A estrutura montada para o Mundial aqui foi ótima, a organização está de parabéns. E terminar nossa participação assim, com o título, coroa o trabalho de muita gente”, completou emocionado.

    Caminho trilhado

    A seleção brasileira enfrentou, desde o início do campeonato, seleções mais fáceis e venceu os primeiros jogos de goleada. Na estreia enfrentou a Seleção Boliviana, e a vitória veio com facilidade. De goleada, as meninas do Brasil venceram por 12 a 1, mesmo enfrentando um forte bloqueio adversário. O segundo jogo foi contra o Canadá e a goleada foi de 16 a 0, e revelou não só o bom futsal brasileiro, mas também a fraca defesa canadense.

    Com uma goleada de 19 X 0 sobre o Cazaquistão, a Seleção Brasileira feminina conquistou a terceira vitória. Em seguida, enfrentou a Nova Zelândia e conquistou um placar de 13 X 2. O último jogo, que garantiu a vaga na semifinal, foi um clássico contra Portugal e, apesar da vitória feminina por 5 X 1, o placar não foi condizente com as dificuldades da partida.

    Campeonato

    O 15º Campeonato Mundial Universitário de Futsal é promovido pela Federação Internacional do Esporte Universitário (Fisu), pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e pela Federação Goiana de Desportos Universitários (FGDU). O apoio é do Governo do Estado de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), com patrocínio da Gerflor, Onza e da Unimed Goiânia. O evento tem a chancela da Fifa e acontece até o próximo domingo, 10 de julho. Na categoria masculina, estão presentes as equipes da Alemanha, Argentina, Brasil, Cazaquistão, China, França, Israel, Nova Zelândia, Portugal, República Tcheca, Rússia e Tailândia. Já no feminino participam a Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Cazaquistão, Colômbia, México, Nova Zelândia, Portugal, Rússia.


    Fotos: Fotojump
    CBDU - Assessoria de Imprensa
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário