• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    EM JOGO EMOCIONANTE BRASIL VENCE NAS PENALIDADES

    Créditos: Ricardo Stuckert/CBF
    Em um duelo emocionante, decidido nos pênaltis, após o empate em 0 a 0, a Seleção Brasileira Feminina venceu a disputa com a Austrália por 7 a 6, nesta sexta-feira (12), no Mineirão, em Belo Horizonte, pelas quartas de final da Rio 2016. Assim como em Sydney 2000 e Atenas 2014, o Brasil levou a melhor para cima das australianas e se manteve firme na luta pela medalha de ouro. Na semifinal, as meninas brasileiras vão enfrentar a Suécia, terça-feira (16), às13h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Será o reencontro das duas seleções nessa edição dos Jogos Olímpicos. No duelo da fase de grupos deu Brasil por 5 a 1. Na outra chave, Alemanha e Canadá duelam por uma vaga na final.

    O JOGO

    Com o apoio da torcida mineira que compareceu em peso no Mineirão, a Seleção Brasileira iniciou o duelo pressionando a Austrália e, com três minutos de jogo, Formiga arriscou de fora da área e fez a goleira Williams trabalhar. Atento às bolas áreas, o Brasil segurou as investidas do ataque adversário e seguiu dominando as ações. Aos 15, Debinha recebeu de Tamires e finalizou forte, fazendo a goleira mergulhar e espalmar a bola. Aos 30 minutos, Formiga fez grande jogada individual e rolou para Thaisa. De primeira, a camisa 5 chutou para a defesa de Williams. No final da primeira etapa, Debinha quase tirou o zero do placar, mas, após se livrar da marcação e invadir a área, mandou a bola por cima do travessão.

    Na volta do intervalo, o Brasil repetiu o bom início e foi para cima. A primeira chegada foi com Andressa Alves. Desviado em Kennedy, o chute da camisa 9 quase surpreendeu Williams, mas a camisa 1 conseguiu evitar o gol. Cinco minutos depois, a atacante brasileira recebeu lançamento e cruzou rasteiro para Beatriz, que foi travada na hora da finalização. Com a forte marcação australiana, o equilíbrio tomou conta do jogo. Levando vantagem sobre as zagueiras, Andressa Alves quase balançou as redes, aos 28, mas acabou finalizando para fora. Aos 38, arrancando do campo de defesa, Marta invadiu a área e chutou cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Na reta final, a Austrália acertou a trave de Bárbara, o Brasil ficou muito perto de marcar com Andressa Alves, mas a partida foi para a prorrogação.

    No tempo extra, o Brasil se mostrou superior durante a primeira metade. Apesar de sondar a área adversária, as meninas brasileiras não conseguiram balançar as redes e o duelo permaneceu zerado. Mostrando solidez defensiva, a Seleção correu pouco perigo. Nos 15 minutos finais, a pressão brasileira continuou. Na chance mais perigosa, Marta fez grande jogada individual pela direita, cortou a marcação, chutou rasteiro, mas Williams salvou para escanteio. O gol não saiu e a decisão foi para os pênaltis. Nas cobranças, mesmo com o pênalti perdido por Marta, o Brasil venceu por 7 a 6, com duas grandes defesas de Bárbara.

    Brasil: Bárbara; Fabiana (Poliana), Rafaelle, Mônica e Tamires; Thaisa (Andressinha), Formiga e Marta; Andressa Alves, Débora e Beatriz.

    Assessoria CBF
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário