• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    FAMES É CAMPEÃ DO CITADINO DE FUTSAL FEMININO DE SANTA MARIA

    Foto: Divulgação
    A interação intrínseca ao esporte proporciona amadurecimento aos participantes de categorias em grupo. O “Projeto Integração Acadêmica Através de Equipe de Futsal Feminina”, da Fames na cidade de Santa Maria, região central do Rio Grande do Sul é um incentivo a essa integração e à presença das mulheres no esporte. Hoje a equipe é referência regional, destacando-se pelo comprometimento da instituição, das atletas e da comunidade.

    Desde 2012 na ativa, o programa é acessível a várias atletas, sem critérios de seleção excludentes. “Temos meninas de outras instituições de ensino superior e de diversos cursos. No critério de seleção foi cobrado apenas comprometimento com o projeto. Assim, todas que têm interesse na modalidade podem participar”, declara Mario Vicente Machado, egresso que atua como voluntário treinando o time.

    Machado é egresso do curso de Educação Física da Fames, trabalha como motorista, e se dedica como voluntário ao projeto que atualmente conta com 16 atletas. “O programa foi criado com o propósito de incentivar a modalidade na cidade e fazer integração entre os cursos da faculdade e a comunidade”, diz.

    Mario destaca que a equipe se tornou uma referência na região e participa de diversas competições. Entre as vitórias estão o primeiro lugar no Torneio do Barcelona de Júlio de Castilhos, primeiro lugar no Torneio do Nova Geração em São Gabriel, primeiro lugar no Torneio em Comemoração ao Aniversário de Santa Maria e primeiro lugar invicto do torneio em comemoração ao Dia da Mulher de 2014. Mas o projeto vai muito além de prêmios. “Essa atividade em grupo gera uma grande satisfação por proporcionar momentos de lazer e de atividade física em grupo onde há grande troca de experiências”, considera o voluntário.

    Bárbara Sutil da Silva, de 27 anos, faz parte do time desde o início do projeto. Formada em Educação Física pela Fames há um ano, é Mestranda em Gerontologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e continua treinando e jogando com a Faculdade. A experiência foi importante para sua vida profissional, pois hoje está apta para atuar em escolinhas de futsal.

    “[O programa] me fez ver o esporte coletivo não somente como uma maneira de competição, onde temos apenas um vencedor, e sim como uma maneira de integração e divulgação do esporte, até mesmo por ser uma modalidade que não é tão conhecida em outros países”, explica. O projeto, em sua opinião, também incentiva a prática do futsal por mulheres, que não recebem tanto apoio para a prática desse esporte. “A única dificuldade que, de modo geral, o futsal feminino encontra é a falta de apoio e patrocínio, principalmente financeiros”, argumenta Bárbara.

    Essa falta de suporte, no entanto, tem sido compensada pelos esforços da Fames e seus voluntários. Hoje, a equipe de Futsal conta com os voluntários, que compõem a equipe técnica:  o treinador, uma auxiliar técnica, fisioterapeuta, nutricionista e dois estagiários de Educação Física. Até mesmo a imagem do time está sendo trabalhada com a ajuda de um publicitário. O apoio ao time surgiu em março deste ano, depois que houve uma reestruturação da comissão técnica. A fisioterapeuta Letícia Castagna atua como voluntária fazendo um trabalho de prevenção e tratamento de lesões que surgem durante os treinos e campeonatos de que o time participa. A vontade de ser voluntária surgiu por conta do amor pelo Futsal e pela vontade de ajudar.

    “Tem sido uma experiência bastante desafiadora por nunca ter atuado antes como fisioterapeuta de uma equipe, somente atendendo a domicílio, e excitante por aliar o amor pelo esporte e pela profissão”, conta Letícia. Formada em fevereiro no curso de Fisioterapia do Centro Universitário Franciscano, a profissional tem a oportunidade de aprender mais sobre sua profissão e adquirir novas experiências. “O voluntariado vem me ajudando bastante a adquirir mais confiança e experiência em minha profissão. Com certeza, está sendo muito prazeroso colocar em prática tudo aquilo que sei, e poder ajudar as atletas em sua recuperação”, declara.

    Formada em Educação Física pela Fames, Vanessa Valéria Miron, de 23 anos, vê o futsal como parte fundamental de sua vida. “O projeto me proporcionou conhecer pessoas maravilhosas e fazer amizades que levarei para a vida toda, além de aprimorar o que aprendo a cada treino.” Ficar distante das quadras foi difícil para a atleta durante períodos em que sofria com lesões, e mesmo com as dificuldades, joga no time desde o início do projeto. “Sempre pude participar dos treinos porque o horário é após as atividades escolares e a Fames sempre nos forneceu excelente espaço e material de qualidade para os treinos e competições”, relata. “Hoje o projeto faz parte da minha rotina e não me vejo fora dele!”

    Conquista do Municipal de Futsal em Santa Maria 2016

    Depois de uma dura final contra a equipe do Bayer, a equipe venceu por 4x0 e a conquista do  esperado título.
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário