• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    NESTE SÁBADO É A VEZ DA SUÉCIA

    Créditos: Ricardo Stuckert/CBF
    A Seleção Brasileira Feminina estreou nos Jogos Olímpicos de 2016 com o pé direito. Com ajuda das jogadoras que atuam na China, na última quarta-feira (3) o Brasil passou com facilidade pelas chinesas e as derrotou por 3 a 0, conquistando os primeiros pontos rumo à inédita medalha de ouro.
     
    Agora é a vez da Suécia encarar o futebol das brasileiras. O jogo, neste sábado (6), às 22h, no Estádio Nilton Santos, é o terceiro entre as Seleções em Olimpíadas. Nas duas vezes em que Brasil e Suécia enfrentaram-se, as Canarinhas saíram vitoriosas. Na primeira fase dos Jogos de Sidney, em 2000, Pretinha e Kátia garantiram os 2 a 0 para o Brasil. Em uma das semifinais da Olimpíada de Atenas, em 2004, o placar de 1 a 0 foi definido por Pretinha, levando a Seleção Feminina à final, contra os Estados Unidos.
     
    Desde que o futebol feminino começou a fazer parte do quadro de esportes dos Jogos Olímpicos, apenas Brasil, Estados Unidos e Suécia garantiram vagas em todas as seis edições (Atlanta 1996, Sidney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio de Janeiro 2016). Destas Seleções, a única que nunca conquistou uma medalha foi a Suécia. O melhor resultado foi em Atenas, quando ficou em quarto lugar.
     
    Assim como aconteceu com as chinesas, a Seleção Brasileira tem no elenco uma conhecedora do futebol sueco. Marta, que mora na Suécia, ao todo, há mais de nove anos, poderá ajudar as companheiras a vencerem mais uma adversária nesta edição dos Jogos Olímpicos.

    Assessoria CBF
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário