• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    NOVIDADES DA CBF VALORIZAM O BAIANÃO FEMININO

    Adicionar legenda
    O futebol feminino da Bahia cresceu de forma alarmante e surpreendente nos últimos anos. Mas, surpresa apenas para quem não acompanhava o crescimento da modalidade no estado.

    Para aqueles que viram de perto os investimentos da Federação Bahiana de Futebol na categoria, os avanços eram questões de tempo. O sucesso da Caravana do Futebol Feminino e a presença da técnica da Seleção Brasileira, Emily Lima, na final da edição 2016 evidenciam esse fortalecimento.

    Os frutos, inclusive, já começaram a ser colhidos dentro de campo, pelas próprias equipes. Nesta última edição, após 14 anos de hegemonia do São Francisco, o estadual teve um novo campeão, o Vitória, em uma final também inédita, com o Juventude de Vitória da Conquista. 

    E a edição 2017 do Baianão Feminino promete ainda mais emoção com a novidade anunciada pela CBF. Após a reformulação do Brasileirão Feminino, que passa a ter duas Séries, A-1 e A-2, a entidade definiu os critérios de participação para a divisão de acesso de 2018.

    Os 16 participantes da edição 2018 da Série A-2 do Brasileirão serão definidos da seguinte forma: Duas vagas para os clubes que no ano de 2017 sofrerem descenso do da Série A-1, uma vaga para a Federação melhor ranqueada no Ranking Nacional de Federações do Futebol Feminino 2018 (equipe campeã do Estadual de 2017), treze vagas para as equipes que se classificarem na fase preliminar do Brasileiro Feminino A-2.

    Essa fase preliminar, no entanto, será composta pelas equipes campeãs estaduais de 2017, excluindo-se a Federação melhor ranqueada, que já terá sua campeã incluída na Série A-2. As campeãs das demais 26 Federações serão distribuídas em 13 grupos com dois clubes cada, se enfrentando em partidas de ida e volta. O vencedor de cada grupo estará classificado para a Série A-2 do Braileirão Feminino de 2018. 

    Mas, no caso da Bahia, como o estado já possui dois representantes na Série A-1 de 2017, o Vitória, atual campeão baiano, e o São Francisco, pelo ranking nacional de clubes, o número de representantes na competição nacional poderá aumentar no próximo ano. Caso Vitória e São Francisco permaneçam na Série A-1 e ainda cheguem à final do Baianão Feminino 2017, um novo clube, nesse caso o 3º colocado do estadual, ganhará a vaga na Série A-2 do Brasileirão 2018.

    Uma novidade que promete ainda mais valorização e visibilidade ao Baianão Feminino.

    Foto: Francisco Galvão 
    Via FBF
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário