Foi lançada na tarde desta quinta-feira (18) a nova exposição do Museu do Inter: 'A Conquista do Campo: O Futebol Feminino no S.C.I', que resgata a história do futebol feminino colorado, contando sua sequência, história e títulos. Além de exaltar o passado, é esperado que mais mulheres participem e que o futebol feminino cresça cada vez mais. A exposição terá duração de um ano. No evento, uma mesa redonda relembrou histórias de Duda, Tati e Bel. A solenidade teve a participação de pesquisadoras da UFRGS que contribuíram para a realização da mostra e de diretores e vice-presidentes do Internacional.

Contando a história do futebol feminino 

O ano era 1998. E o futebol feminino do Inter ganhou espaço no gramado do Estádio Beira-Rio. Era preliminar de um jogo masculino, mas de repente, virou a atração principal daquela tarde. Duda, até então a dona da camisa 10 colorada e da Seleção Brasileira, marcou cinco gols na goleada por 9 a 0 naquele clássico Gre-Nal que valia pela primeira fase do Estadual de Futebol Feminino daquele ano. Levou a torcida ao delírio.

Lembra deste momento, torcedor? Pois agora as imagens, medalhas, troféus e objetos como chuteiras e camisetas que marcaram a trajetória do futebol feminino no Internacional terão um espaço eternizado na memória de cada Colorado. Foi inaugurada nesta quinta-feira a exposição "A Conquista do Campo - o futebol feminino no SC Internacional" no Museu do Inter. 

"Hoje eu posso dizer que as nossas lembranças estão no lugar certo. Isso me dá um orgulho imenso", diz a Duda Luizelli, craque no campo e atualmente uma das idealizadoras da retomada das Gurias Coloradas. 

Ela, ao lado das também históricas jogadoras coloradas Bel e Tati, participou de um bate-papo e sessão de autógrafos na abertura da mostra. Emocionada, Bel, que por muitos anos foi um símbolo do futebol feminino no RS, não escondeu o entusiasmo com a valorização às meninas: 

"Passou um filme pela minha cabeça, lembrei de toda a alegria daquele tempo. Tenho certeza de que agora o futebol feminino veio para ficar no Inter. O Clube se estruturou e dá todo o suporte às jogadoras. Valorizar a história do nosso esporte é uma demonstração disso", diz ela, que atualmente se dedica à educação especial. 


A exposição tem como curadora a professora do Departamento de Educação Física da Ufrgs, Silvana Goellner. Uma entusiasta da participação feminina no esporte, ela classifica como histórica a exposição, pelo pioneirismo do Internacional em valorizar o papel das suas mulheres que fazem o cotidiano do Clube. 

"É um momento espetacular, que eu nunca pensei que chegaria. Eu tinha um projeto de recuperar a história do futebol feminino. Agora, ele vai estsr gravado nas memórias do torcedor", comemora Suellen Ramos, a atual preparadora física das Gurias Coloradas que idealizou a exposição a partir das suas pesquisas acadêmicas. O projeto foi todo realizado em parceria com o Centro de Memória do Esporte, da Ufrgs.

A Tatiele Silveira, que quando jogadora era mais conhecida como Tati e atualmente é a treinadora do futebol feminino do Inter, não tem dúvida do legado que a recuperação da história deixará: "A Duda e a Bel foram inspirações para mim. E seguirão sendo para outras gerações de meninas que sonham em jogar futebol. Aprendi com elas e hoje transmito isso às mais jovens", valoriza.

Compareça, torcedor, e conheça essa história!

Serviço:

 O Museu do Inter funciona de terça a domingo, das 10h às 18h, fechando a bilheteria às 17h30. É importante ressaltar que a bilheteria fecha 30 minutos antes do encerramento das atividades do Museu. 

Valores:  

Entrada inteira: R$ 10,00  

Meia entrada: R$ 5,00 - para crianças de 6 a 12 anos, estudantes, professores, idosos (+ de 60 anos). 

Sócios e crianças até 5 anos: Isentos 

Contato: (51) 3230-4532

Via Inter
Compartilhe:
Liga Feminina

Futebol Feminino do Brasil

Rua dos Coqueiros Verdes, 75/02 Cachoeira do Bom Jesus CEP: 88056-505 Florianópolis Santa Catarina Brasil Fone (48) 8447-6086 e-mail : editorresponsavel@gmail.com.