• Global
  • Video
  • Gallery
  • World News
  • Sports
  • Navigation

    MENINAS PARTICIPAM DO CBF SOCIAL EM FLORIANÓPOLIS

    Foto:  Alceu Atherino/ Avaí FC
     A CBF Social proporcionou a cerca de 400 crianças, de 6 a 13 anos de idade, a oportunidade de viver um sonho de infância: jogar futebol no gramado do Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC), com os seus ídolos, jogadores do Avaí, que participaram do Festival de Futebol na manhã desta sexta-feira (25). Crianças de comunidades carentes da região da Grande Florianópolis tiveram uma manhã de atividades, brincadeiras e jogos sob a coordenação de professores e monitores da CBF e do clube.

    O Festival de Futebol faz parte da programação da CBF Social, já realizado em diversos Estados e que dá às crianças de cada região a oportunidade de conhecer grandes estádios, ter contato com jogadores profissionais. Nesta sexta (25), no festival, o gramado foi dividido em pequenas quadras e dentro de cada uma delas foram desenvolvidas as atividades pedagógicas e recreativas.

    O coordenador-geral da CBF Social, Diogo Netto, destacou a importância desta realização.

    – Foi um sucesso e saio daqui muito satisfeito com o que vi em relação à participação das crianças e professores de projetos sociais de Florianópolis e região. Quero parabenizar o Avaí Futebol Clube, na pessoa do presidente Francisco Battistotti, e o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Angelotti. Certamente o Estado de Santa Catarina está no rumo certo para o desenvolvimento cada vez maior do futebol na sua base – ressaltou.

    O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, acompanhado do presidente do Avaí, Francisco Battistotti, e do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Angelotti, visitou o gramado e teve contato com as crianças. Feldman reuniu as crianças no centro do gramado, conversou com várias delas, tirou fotos e saiu com a certeza de que a integração por meio do futebol é uma realidade.

    – Um fato importante para gerar cidadania, criar homens e mulheres éticos e transparentes para o nosso futuro – finalizou.

    Assessoria CBF
    Share
    Banner

    Deixe seu comentário