Navigation

VITÓRIA, CLASSIFICAÇÃO E LIDERANÇA NA COPA AMÉRICA

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
A Seleção Brasileira se isolou na liderança do Quadrangular Final da Copa América Feminina 2018. Nesta quinta-feira (19), o Brasil levou a melhor no duelo de líderes, venceu a Argentina por 3 a 0 no Estádio La Portada, em La Serena, no Chile, e manteve o aproveitamento de 100% na competição. Os gols brasileiros foram marcados por Cristiane, Thaisa e Debinha.

Com seis pontos, a Seleção Brasileira abriu três de vantagem para as rivais e está a um empate do heptacampeonato. O Brasil busca o título no próximo domingo (22), às 19h (horário de Brasília), diante da Colômbia, novamente no Estádio La Portada, em La Serena.

Líder isolada da Fase Final, a Seleção pode garantir presença na Copa do Mundo da França 2019, ainda nesta quinta-feira (19). Para conquistar a vaga de forma antecipada, precisa torcer por um tropeço da Colômbia diante do Chile. As duas primeiras colocadas da Copa América garantem vaga direta no Mundial, enquanto a terceira disputa a repescagem com a representante da CONCACAF.

O JOGO

Embaladas pela vitória conquistada na abertura do Quadrangular Final, Brasil e Argentina entraram em campo de olho na liderança isolada. O primeiro tempo do duelo de líderes foi marcado pelo equilíbrio. Com a marcação levando vantagem em cima das atacantes, as duas seleções protagonizaram uma luta intensa pelo domínio do meio de campo.

A Argentina buscou surpreender no início da partida e adiantou a marcação. Para fugir da pressão, a Seleção Brasileira buscou valorizar a posse de bola, mas encontrou dificuldades para furar o bloqueio argentino. Na reta final, o Brasil tentou assustar nas jogadas aéreas. Com poucas chances claras de gol criadas, o marcador permaneceu zerado até o intervalo.

A Seleção Brasileira acelerou o ritmo no segundo tempo e foi para cima das adversárias. Mais agressivo no ataque, não demorou muito para o Brasil abrir o placar. Aos dois minutos, Marta apostou na jogada individual e cruzou na medida para Cristiane completar na segunda trave, 1 a 0. Aos seis minutos, novamente em descida pela direita, a camisa 10 levou vantagem e construiu a jogada do segundo gol brasileiro. Após cruzamento da capitã, Bia Zaneratto ajeitou para Thaisa ampliar, 2 a 0.

Dominando as ações no segundo tempo, a Seleção Brasileira sacramentou a vitória aos 33 minutos. Lançada pelo técnico Vadão, Debinha entrou e fechou o marcador com um belo gol. De fora da área, a camisa 9 arriscou e acertou o ângulo da goleira argentina para fazer 3 a 0.

BRASIL: Bárbara; Rilany, Mônica, Rafaelle e Tamires; Formiga (Andressinha), Thaisa (Andressa Alves), Thaisinha (Debinha) e Marta; Bia Zaneratto e Cristiane. Técnico: Vadão

Mais imagens:



Assessoria CBF
Compar.
Banner

Comente: