Author Details

#
Navigation

DESTAQUES CAPIXABAS DO BEACH SOCCER FEMININO

Letícia Lopes, do Rio Branco Fotos Peter Falcao/Pauta Livre

Vitória (ES) – Eleitas melhores goleiras em competições nacionais, Érika Vicente, do São Pedro, e Letícia Lopes, do Rio Branco, não têm dúvidas: em função da dinâmica cada vez mais rápida do jogo, a versatilidade passou a ser a maior exigência das jogadoras desta posição no beach soccer moderno.

Érika, atuando pelo Avaí, foi escolhida a melhor goleira do campeonato brasileiro realizado em Vitória, no ano passado.

E a Letícia, defendendo o Geração Sports, foi também eleita a melhor goleira da primeira edição do campeonato brasileiro disputado em Alagoas, em 2012.

As duas, na maioria das vezes, se alternam nas conquistas de melhor da posição nos eventos realizados no Espírito Santo, como campeonatos municipais e circuitos. E brilham no Campeonato Metropolitano que está sendo realizado na Arena AERT, em Bairro de Fátima, na Serra.

Érika Fotos Peter Falcao/Pauta Livre
Para Érika a adaptação foi fácil já que desde pequena atua em todas as posições no futebol, e em qualquer piso.

“Nos times onde eu passei aqui do Estado eu sempre joguei tanto na linha como no gol”, comentou.

Mas é necessária também muita força de vontade já que poucas goleiras no esporte contam com treinos específicos para a posição.

“Devemos agarrar as oportunidades que surgirem para se aprimorar. É preciso ainda garra, foco, e amar estar debaixo das traves. Eu amo estar ali”, afirmou.

Ter sido eleita a Melhor Goleira do campeonato brasileiro ajudou a abrir portas. Tanto que Érika foi contratada pela Associação Acadêmica e Desportiva Vitória das Tabocas, clube brasileiro de futebol da cidade de Vitória de Santo Antão, em Pernambuco.

Letícia Lopes

Letícia gosta de dizer que na verdade foi o gol que a escolheu.

“Eu sempre amei futebol e no meio de tantos primos, para eu jogar, tinha que ser no gol e eu não achava ruim. Acabou sendo uma espécie de treinamento desde muito nova, com 12 anos”, disse.

Ser considerada uma das melhores do país na posição para a atleta é um privilégio.

“Eu sou apaixonada pelo que faço e pela posição em que jogo, não trocaria por nada, e se você treina, segue um plano de jogo coerente, as coisas acabam dando certo e os resultados aparecem”, disse.

“É bom se destacar, ter esse reconhecimento e ser exemplo de uma nova geração que vem ai para todas lembrarem que o goleiro é tão importante quanto o atacante”, acrescentou.

Para Letícia, o beach soccer está mais dinâmico e o goleiro tem que ser participativo o tempo inteiro.

“Ele tem visão privilegiada lá atrás, então o diálogo dentro de quadra tem que ser o tempo todo. Hoje o goleiro que sabe usar os pés sai na frente, pois você acaba sempre atacando com um jogador a mais e surpreendendo a defesa adversária”, avaliou.

Segundo Letícia, a sensação de marcar um gol é a mesma de ter feito uma defesa importante e difícil.

“Nós, goleiros, optamos por evitar o mais esperado do futebol, não tem jeito, é nossa missão e quando eu faço um gol, é o momento de extravasar. Um misto de sentimentos por ajudar o time em qualquer posição, afinal, somos cinco jogadores de extrema importância”, finalizou. 


Resultados da segunda rodada


A segunda rodada registrou os seguintes resultados. No feminino: Rio Branco 3 x 1 CTM, São Pedro 7 x 2 Vila Velhense, Galáticas  6 x 0 CTVV e Capixaba 4 x 3 Inter.

No masculino: Rio Branco 5 x 3 UFES, Juventude 7 x 1 UVV, Geração/Doctum 8 x 3 Meninos da Ilha e CTM 9 x 4 Bom de Bola. 

Resultados da primeira rodada


A primeira rodada registrou os seguintes resultados. No feminino: Rio Branco 4 x 0 Galáticas, São Pedro 8 x 1 Capixaba, CTM 8 x 1 CTVV, Vila Velhense 6 x 4 Inter.

Já no masculino os resultados foram os seguintes: UVV 4 x 2 Bom de Bola, Rio Branco 4 x 3 Meninos da Ilha, CTM 2 x 0 Juventude e Geração/Doctum 9 x 5 UFES.


Chancelado pela Federação


O campeonato é uma iniciativa da ACEL (Associação Capixaba de Esporte e Lazer) , chancelado pela FEBSES (Federação de Beach Soccer do Espírito Santo), com patrocínio da SESPORT – Secretaria de Esporte e Lazer do Estado do Espírito Santo e AERT – Associação Esportiva e Recreativa Tubarão.

Os campeões dos Metropolitanos Abertos, masculino e feminino, receberão da  Pratic Sport, empresa capixaba de confecção de materiais esportivos e uniformes personalizados,  jogo de uniforme completo para sua equipe.

A Serdel (Serviços e Conservação LTDA), a Nacional Auto Peças e Clima Confort também patrocinam o evento.

A cada rodada a organização selecionará os melhores atletas do masculino e feminino. Os selecionados ganharão o título “Atleta Maxx” e um lanche na nova unidade do Maxx Burguer, em Jardim Camburi (Vitória).

A Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (ACACCI) será parceira dos eventos. Os torcedores deverão contribuir durante as rodadas com alimentos que serão repassados para a entidade.

Pauta Livre
Assessoria de Imprensa
Share
Banner

Deixe seu comentário