Navigation

RESULTADOS DA 13ª RODADA DO BRASILEIRO FEMININO A1

Créditos: Gilvan de Souza/Flamengo
Na briga pela última vaga do Grupo 01, Ferroviária-SP e Kindermann-SC empataram em 2 a 2 no Estádio Carlos Alberto Costa Neves na última terça-feira (14). A primeira etapa começou com as catarinenses pressionando a Ferroviária. Aos 16 minutos, após uma enfiada de bola, Nenem saiu na frente de Luciana e abriu o placar para o Kindermann. Cinco minutos mais tarde, Crivelari aproveitou cruzamento e, de cabeça, ampliou para as mandantes. As Guerreiras tentaram pressionar, mas não conseguiram entrar na defesa adversária.


Na segunda etapa, logo no primeiro minuto, o Kindermann teve a chance de ampliar a partida em uma cobrança de pênalti desperdiçada por Bruna Calderan. Aos 5 minutos, Rafa Mineira, em uma linda cobrança de falta, diminuiu o placar para a Ferroviária. As Guerreiras continuaram em cima e buscaram o gol de empate a todo momento, enquanto as catarinenses se defendiam e tentavam o contra-ataque. De tanto insistir, a Locomotiva chegou ao gol de empate. Ju Passari encontrou Barrinha em profundidade, a lateral-esquerda invadiu a área e chutou forte, sem chances para a goleira, dando números finais ao jogo.


Outra equipe que segue viva pela última vaga é o Sport-PE. A equipe pernambucana empatou com o Iranduba-AM em 0 a 0 no Barbosão. As Leoas foram superiores no primeiro tempo, mas não conseguiram reverter essa superioridade em gols. Logo no primeiros minutos de jogo, o Sport teve uma grande chance de abrir o placar com Ary Borges e, no rebote, com Micaelly. Com a defesa entrosada, os contra-ataques aconteciam com mais facilidade, mas as rubro-negras pecavam na finalização. Aos 12 minutos, Lorena fez sua única defesa difícil da primeira etapa. As Leoas ainda tiveram oportunidades com Nycole, mas foram para o intervalo empatado por 0x0. No segundo tempo, as amazonenses pressionaram mais, mas as Leoas procuravam o gol para ficarem vivas no Campeonato. Aos 9 minutos, Bea ficou cara a cara com a goleira, mas a adversária saiu com a melhor. O nervosismo acabou atrapalhando as rubro-negras, que não conseguiram o gol para chegar viva na última rodada.


No Parque São Jorge, Corinthians-SP e São José-SP também empataram. Diante de um adversário que precisava vencer para depender de si na competição, o Timão encontrou uma equipe bem montada, e, assim, deixava espaços. Com isso, o Alvinegro cresceu na partida e usou o contra-ataque como arma para levar perigo ao São José. Mesmo com algumas chances, o  placar manteve-se inalterado até o fim da partida.


Já sem chances de classificação, o São Francisco-BA derrotou o Pinheirense-PA no Abelardo Conduru, em Belém (PA). Logo aos oito minutos da primeira etapa, a equipe baiana abriu o placar com Maria Patrícia. A segunda etapa começou no mesmo ritmo e Ednobrega ampliou logo no primeiro minuto. Sete minutos depois, Jaini fechou o marcador. Placar final: 3 a 0. 

A Ponte Preta-SP é mais uma classificada para as Quartas de Final do Campeonato Brasileiro Feminino A-1! A Macaca garantiu a última vaga do Grupo 02 ao vencer o Flamengo/Marinha-RJ, no Nelo Bracalente, em Vinhedo (SP). Os outros classificados do grupo são Santos-SP, Flamengo/Marinha-RJ e Rio Preto-SP. Maressa abriu o placar para o Alvinegro aos 21 minutos do primeiro tempo. Um pouco depois, aos 35, Dany Helena empatou para o Rubro-Negro. Já no final da partida, aos 38 minutos da segunda etapa, Thais Ferreira colocou a Ponte na frente novamente e garantiu a vaga na próxima fase.



Na Vila Belmiro, caiu a invencibilidade do Rio Preto. Logo aos sete minutos do primeiro tempo, após Brena avançar pelo meio, Maria recebeu, dominou com categoria e arriscou de muito longe. A bola foi no ângulo esquerdo da goleira Rosany, bateu na trave e morreu dentro da rede. Aos 18 minutos, as visitantes empataram a partida após Letícia receber dentro da área e deslocar Michelle. Porém, três minutos depois, o Santos ficou na frente do placar de novo após Juliete lançar de muito longe para Alanna dentro da área. A meia-atacante apenas escorou para trás e Rosana chegou batendo para fazer 2 a 1. No final da partida, Sochor sofreu falta dentro da área e o árbitro Daniel Bernardes Serrano assinalou pênalti. Na cobrança, Alanna deslocou Rosany e fechou o placar em 3 a 1 na Vila Belmiro.
 
Foto: Christian Rizzi
O Foz Cataratas-PR voltou a vencer no Brasileirão. Mesmo com a vitória, as Poderosas do Foz não têm mais chances de classificação para a próxima fase. Os gols iguaçuenses foram marcados todos no primeiro tempo. Aos 27 minutos, a atacante Júlia bateu forte de fora da área abrindo o placar para as Poderosas. Dois minutos depois, a lateral Letícia entrou no segundo pau e escorou de cabeça para o fundo das redes. Já aos 43 minutos, Pires de fora da área marcou o terceiro das Iguaçuenses, fechando o marcador.

Encerrando os jogos do grupo, Audax-SP e Vitória-PE empataram no José Liberatti, em Osasco (SP). O time do técnico Maurício Salgado contou com os retornos de Katrine e Valeria, que disputaram a Copa do Mundo Sub-20, mas esbarraram na forte marcação das visitantes durante todo o primeiro tempo. A etapa complementar teve as duas equipes imprimindo mais velocidade, mas, apesar de criar as melhores oportunidades, sobretudo com Katrine, Valéria e Claudia, o Audax/UNIP não conseguiu furar o bloqueio e o 0 a 0 persistiu até o final.

Via CBF
Compar.
Banner

Comente: