Navigation

SELEÇÃO FEMININA É SUPERADA PELO CANADÁ

Vadão prepara a seleção para o mundial em 2019
Em preparação para a Copa do Mundo FIFA 2019, que será disputada na França, a Seleção Brasileira Feminina enfrentou o Canadá neste domingo (2), no Estádio TD Place, em Ottawa, no Canadá. Com boa posse de bola e troca de passes, o Brasil viu as adversárias vencerem por 1 a 0, com gol de bola parada.

Este foi o primeiro amistoso entre as equipes, que contaram com mais de 16 mil presentes no TD Place para acompanhar a partida. O próximo teste será na terça-feira (4), no mesmo estádio, mas dessa vez com portões fechados.

O jogo

Com maior posse de bola no primeiro tempo, a Seleção Brasileira foi quem criou as melhores chances. Aos cinco minutos, Debinha partiu em velocidade pela direita, mas foi cortada antes de cruzar. Investindo nas chegadas pela direita, a Seleção seguiu oferecendo risco às canadenses. Aos nove, Ludmila avançou, invadiu a área e tentou o cruzamento para Bia Zaneratto, mas a goleira Labbé saiu para fazer a defesa. Depois, aos 11, Andressa Alves cobrou falta de longe, com muita força, e a camisa 1 do Canadá pegou de novo. O jogo seguiu com o Brasil chegando ao ataque, principalmente com Ludmila carregando as jogadas pela direita. Nos minutos finais, as adversárias esboçaram reação, mas a zaga brasileira também trabalhou bem. Como aos 29, quando Prince chegou com perigo na linha de fundo e cruzou, mas Fabiana apareceu bem para fazer o corte.

Na volta do intervalo, o Canadá acabou saindo na frente aos três minutos. Em jogada ensaiada após cobrança de falta, Beckie colocou a bola na área, e Prince ficou cara a cara com Bárbara para fazer 1 a 0. O Brasil não se abateu e seguiu buscando o gol. Aos sete, Thaisinha fez boa jogada e cruzou para Ludmila, mas Labbé saiu bem para ficar com a bola. Logo na sequência, Bia Zaneratto trocou passes com Thaisinha e soltou uma bomba de canhota, que acabou desviando nas costas da zagueira e saindo. Aos 23, Bia arrancou, se livrou da marcação, mas a goleira canadense novamente saiu do gol para afastar o perigo. Os minutos finais foram agitados, mas sem alteração no placar.

Brasil: Bárbara, Fabiana (Letícia), Mônica, Rafaelle (Bruna Benites) e Camila; Ludmila, Andressa Alves, Thaisa (Andressinha) e Thaisinha (Adriana); Bia Zaneratto e Debinha (Raquel).

Assessoria CBF
Compar.
Banner

Comente: